Entenda o que é AMP e como usar no seu site

Entenda o que é AMP e como usar no seu site

Provavelmente você já fez uma busca no Google e visualizou um ícone com um raio ao lado de algumas das páginas sugeridas. Você sabe o que é AMP, a sigla que aparece ao lado do raio? Se não, saiba que ela representa uma tecnologia muito importante para a velocidade em que um site será exibido.

Se você clicou no site com o “AMP”, percebeu que ele foi exibido em segundos, porém o design era mais simples do que a versão original da página. Para entender melhor sobre o funcionamento desse mecanismo, continue lendo este post, pois lhe contaremos tudo sobre ele!

O que é AMP?

A sigla AMP — Accelerated Mobile Pages (ou páginas aceleradas para dispositivos móveis) — se refere a uma tecnologia desenvolvida para proporcionar um carregamento mais rápido de sites em dispositivos móveis e de forma quase instantânea.

É uma tecnologia de código aberto desenvolvida pelo Google que busca uma melhor satisfação do usuário final. As páginas que a utilizam aparecem nas buscas do Google indicadas pela sigla AMP acompanhada por um círculo cinza com um raio dentro.

O AMP é um estimulador do Mobile First?

Com o aumento do número de usuários que acessam a rede via dispositivos móveis, nos últimos 10 anos o Google vem mudando e readaptando os seus algoritmos de buscas para atender essa nova demanda. A princípio, o foco era na recompensa aos sites responsivos — que são otimizados para plataformas móveis — e as páginas adaptáveis eram as mais bem ranqueadas nas buscas orgânicas

Com essa prioridade, os desenvolvedores começaram a buscar por tecnologias que possibilitavam o desenvolvimento web focado no mobile. Apesar da melhoria considerável na experiência do usuário, os sites móveis ainda sofriam com problemas estruturais e, principalmente, por conta da falta de qualidade das redes móveis em muitos países, inclusive no Brasil.

Essa falta de estrutura fica explícita na lentidão do carregamento das páginas e isso faz com que muitos usuários desistam de visualizá-las. O AMP veio para resolver esse problema e o Google, como principal entusiasta da tecnologia, certamente já estuda formas de recompensar os sites que utilizaram o acelerador. Afinal, o foco da empresa é a melhor experiência possível do consumidor.

Quais são os benefícios de utilizá-la em seu site?

Quem nunca desistiu de visualizar um site por causa da lentidão do carregamento que atire a primeira pedra. A grande vantagem do AMP está na possibilidade de visualização instantânea da página. Ela é uma versão simplificada, porém com possibilidade de inclusão de recursos interativos — como banners e botões, por exemplo.

Em um mercado que cresce exponencialmente, ter um site que abra instantaneamente pode ser o seu diferencial. Ao ter uma boa primeira impressão, o cliente provavelmente passará a ter sua página como referência nas próximas buscas.

Mais visualizações significam maior relevância que, por consequência, representa um melhor ranqueamento nos motores de buscas. Além disso, a tecnologia ajuda na economia no consumo de dados para o usuário e ainda oferece uma versão mais agradável do que a do Google Web Light, por exemplo.

Quais sites utilizam a tecnologia?

A tecnologia já está consolidada e vários sites já começaram a apostar nela. Sendo assim, seria impossível, atualmente, listar todos os sites que a utilizam. Porém, podemos citar alguns dos pioneiros, como os principais jornais americanos The New York Times e Wall Street Jornal.

Já no Brasil, os sites do jornal O Dia, da revista carta Capital, do portal Terra e do canal de TV Fox Sports, são alguns dos sites que utilizam a tecnologia.

Como colocar em prática em suas páginas?

Várias plataformas CMS já tem plugins desenvolvidos para automatização e integração do AMP e a mais utilizada é o WordPress. Para configurá-lo nessa plataforma, o desenvolvedor precisa acessar o menu Plugins e, em seguida, ir em “Adicionar Novo”. Depois, deve instalar e ativar o plugin AMP for WP.

Você poderá personalizar as informações que deseja que sejam mostradas em suas páginas aceleradas. Vá em AMP, no painel WordPress, e acesse a função “Launch Post Builder”. Na nova tela aberta, clique no menu Aparência — você poderá editar as cores de acordo com as que utiliza em sua marca e fazer outras alterações.

Durante as alterações, você pode conferir as prévias de sua página AMP no computador: basta acrescentar o “/amp” ao final de sua URL.

Se você pretende configurar o AMP sem utilizar um CMS, acesse o site oficial do projeto e confira o passo a passo completo com o que é necessário para aplicar a tecnologia com sucesso.

Como validar o AMP em sua página?

Após concluir as configurações indicadas no tópico anterior, faça a validação de seu código para se certificar que ele está correto. Na página do projeto AMP você encontra uma ferramenta gratuita para fazer essa checagem.

Acesse a ferramenta “The AMP Validator” e insira o link da página com o “/amp” no final da sua URL e clique em “Validate”. Se aparecer o status “PASS” o código está ok, mas se o resultado for “FAIL”, você deverá corrigir os erros para que a execução correta do site e a indexação nos buscadores sejam feitas.

Não se preocupe, você não precisará ficar procurando os erros linha por linha. A própria ferramenta apontará uma lista com os que forem encontrados. Após a validação, é hora de conferir a indexação do Google. Para saber mais, continue lendo!

Como conferir a indexação da página AMP?

Após o desenvolvimento da página AMP, você deve acompanhar a indexação do site nos serviços de buscas do Google e os resultados do Analytics.

Para isso, você deve acessar a sua conta no Google Search Console — se não possuir, crie uma. Depois, deverá selecionar o seu site e clicar em “Aspecto da pesquisa”, no menu “Páginas aceleradas para dispositivos móveis”.

Ao cumprir esse procedimento, você terá acesso à evolução dos números das páginas indexadas além de poder checar possíveis erros. Você também pode acompanhar o desempenho das páginas pelo Google Analytics: as páginas aceleradas também são diferenciadas nessa ferramenta com o “/amp” no fim de suas URLs.

Avalie o desempenho isolado de um de seus sites AMP ao acessar o Analytics e clicar no menu “Conteúdo do site”. Em seguida, clique em “Todas as páginas”. Depois, basta digitar “/amp” no campo de busca para você ter acesso somente às páginas aceleradas. Selecione o período desejado e faça a comparação dos desempenhos de cada site.

Se você é um desenvolvedor de sites próprios ou um prestador de serviços sabe da necessidade da adaptabilidade dos sites, não é mesmo? Por isso, não perca a chance de potencializar as páginas que você cria com o aumento das visualizações e mostrando a sua versatilidade como desenvolver. Saber o que é AMP já é um diferencial de mercado. Pense nisso!

E então, gostou do conteúdo? Para melhorar ainda mais sua atuação como desenvolvedor, confira agora o quanto cobrar para fazer um site!

Melhor Hospedagem de Sites é um projeto com o objetivo de ajudar as pessoas na busca pelo lugar ideal para hospedar seus sites, trazendo informação e conhecimento sobre o universo de hospedagem de sites.
Receber novidades por email: