O que é e-commerce e quais as melhores plataformas?

Entender o que é e-commerce é fundamental para qualquer pessoa que queira iniciar uma loja online.

Como empreendedor, um dos mais importantes desafios que você enfrentará ao criar uma loja online refere-se à necessidade de escolher a melhor plataforma de e-commerce.

O que é e-commerce?

Trata-se de uma tarefa difícil, porque cada erro cometido nessa fase pode se arrastar ao longo do tempo. E isso prejudica tanto o andamento dos processos quanto os resultados de seu negócio.

Pensando nisso, criamos este artigo para explicar o que é e-commerce e, também, mostrar as principais ferramentas utilizadas para desenvolvê-lo. Boa leitura!

O que é e-commerce?

O e-commerce consiste na distribuição, venda, compra, marketing e fornecimento de informações de produtos ou serviços pela internet.

Originalmente, o termo se aplicava à realização de transações por meio eletrônico, como a troca de dados digitais. Entretanto, a partir da década de 1990, o comércio eletrônico e a utilização de plataformas de e-commerce começaram a se popularizar, utilizando os cartões de crédito como principal meio de pagamento.

E-commerce o que é

Desde então, as empresas têm se preocupado em ficar à frente da concorrência para acompanhar as mudanças no comportamento e nas preferências dos consumidores, a fim de oferecer o que seus clientes exigem.

Por outro lado, as pessoas viram nessa nova maneira de fazer negócios uma grande oportunidade, já que no e-commerce não há barreiras ou fronteiras.

Agora você já tem uma base sobre o assunto, certo? Acompanhe o tópico a seguir para entender qual é a serventia das plataformas de e-commerce!

Para que serve um e-commerce?

As empresas que trabalham diretamente com vendas e desejam consolidar sua presença na internet não podem se contentar com uma página que forneça apenas informações aos visitantes.

Os consumidores já estão totalmente acostumados a fazer suas compras online, e os procedimentos de pagamentos são cada vez mais diversificados e seguros — graças a ferramentas como o PayPal, por exemplo.

Isso estimula as pessoas a efetuarem suas compras pela internet, uma vez que, atualmente, essa alternativa já é considerada amplamente confiável e adaptável às suas necessidades.

E-commerce ou loja física?

Para quem está começando um negócio, é comum pensar se seria melhor criar um e-commerce ou loja física. Afinal, nem todo e-commerce precisa de um ponto físico, e nem todo negócio físico precisa de uma plataforma de e-commerce. Para entender melhor, vamos analisar os tipos de e-commerce.

E-commerce ou loja física

De modo geral,  vários tipos de e-commerce:

  • negócios que correspondem a uma loja física;
  • empresas com presença apenas na internet;
  • lojas que vendam somente produtos especializados etc..

A loja física, como o próprio nome sugere, é aquela que mantém um local aberto ao público, para o qual os clientes podem se dirigir a fim de comprarem seus produtos. Como qualquer estratégia para ser bem-sucedida, deve estar centrada em oferecer soluções pertinentes às diferentes necessidades e dores de cada cliente.

Abordamos, a seguir, as principais vantagens e desvantagens de ambos os modelos, do ponto de vista de quem realmente importa: o consumidor.

Vantagens e desvantagens do e-commerce

Entre as principais vantagens das plataformas de e-commerce, destacam-se:

  • a possibilidade de encontrar imediatamente qualquer tipo de produto;
  • facilidade na comparação de preços entre diferentes e-commerce;
  • economia de tempo, conforto e praticidade;
  • disponibilidade de produtos que não se encontram em determinadas localidades;
  • entrega a domicílio;
  • preços mais baixos.

Desvantagens ou inconvenientes:

  • normalmente, a menos que o cliente pague um adicional, não saberá exatamente a data exata da chegada de seu produto;
  • possibilidade de erros na remessa ou negligência da transportadora;
  • maior dificuldade em devolver produtos defeituosos e executar suas garantias;
  • não há, obviamente, pronta entrega;
  • se o cliente não conhece bem o produto e apenas o visualizou em fotos ou vídeos, pode ficar desapontado;
  • taxas adicionais, sobretudo, para os e-commerce localizados no exterior (como IVA, impostos alfandegários etc.).

Vantagens e desvantagens da loja física

Estão entre as principais vantagens da loja física:

  • possibilidade de receber orientação e sugestões de uma equipe treinada para atender o público;
  • prestações de serviços complementares;
  • pronta entrega;
  • experiência de compra imersiva.

Quanto às desvantagens:

  • há lojas que são puramente mercantilistas, o que requer maior atenção do consumidor quanto à qualidade e à confiabilidade dos produtos comercializados;
  • preços mais altos, devido a um maior custo de manutenção do espaço físico (impostos, aluguel, funcionários, entre outros);
  • limitação da oferta às marcas com as quais a loja trabalha.

Quem deveria investir em um e-commerce e por quê?

Não importa se você é um empreendedor experiente ou se nem sabe o que é e-commerce. Ao apostar em um negócio, é imprescindível considerar os riscos envolvidos, principalmente, no que se refere ao investimento de tempo e dinheiro.

Isso significa que você deve assegurar que a decisão tomada seja inteligente e bem planejada, selecionando a melhor plataforma de e-commerce para o seu negócio.

E-commerce - Para quem é

Utilizar o modelo de negócios apresentado pelo e-commerce, seja criando sua própria loja virtual ou adquirindo uma com potencial de crescimento, é recomendável para todos os perfis de empreendedores. Entenda os motivos:

  • Menor riscocomeçar a vender online não tem um custo alto, mas isso não quer dizer que a possibilidade de fracassar é eliminada. Contudo, a partir de uma estratégia adequada, você pode gerar, sem maiores dificuldades, algum tipo de efeito positivo no mercado a partir da utilização das plataformas de e-commerce.
  • Flexibilidade de gestão - sua empresa estará disponível em qualquer dispositivo eletrônico com conexão à internet e, portanto, você poderá gerenciá-la de qualquer lugar.
  • Maior cobertura geográfica - graças à internet, a sua empresa terá um amplo alcance. O público atingido pela sua marca pode estar nas cidades e países que você escolher.
  • Ambiente adaptativo - como há vários programas de monitoramento, você pode verificar se a estratégia estabelecida está funcionando bem ou não e, depois, tomar ações preventivas ou de aprimoramento, e continuar com sua campanha de marketing.

Sabendo disso, o próximo passo é aprender como criar um e-commerce. Existem várias formas de começar, continue conosco para conhecer como dar início ao seu e-commerce do melhor jeito!

Quero criar um e-commerce: por onde começar?

Digamos que o primeiro passo já foi dado: você buscou entender o que é e-commerce. A partir disso, é hora de escolher o nome e o domínio dele. Esses elementos devem ser curtos e bastante descritivos, além de fáceis de lembrar e de escrever. Para facilitar, você pode contar com a ajuda de um gerador de nomes de domínio.

E-commerce - Como começar

Outro fator central consiste na escolha de uma boa empresa de hospedagem que assegure um serviço de alta qualidade. Nesse aspecto, a velocidade da página (e, consequentemente, o desempenho do site) é fundamental tanto para os usuários quanto para o posicionamento nos mecanismos de busca.

Uma página lenta deixa os visitantes cansados de esperar e os estimula a saírem. Além do mais, o Google, por exemplo, penaliza as páginas que demoram muito a carregar, enviando-as para o final dos resultados de pesquisa.

Por fim, outro item que não pode ser negligenciado é a escolha da plataforma. Há várias plataformas de e-commerce que são totalmente orientadas para o e-commerce e contam com uma comunidade de especialistas que permitem aos empreendedores acompanharem as novas tendências de mercado e os avanços tecnológicos.

Com isso, nós temos os 3 primeiros passos essenciais para dar início ao e-commerce:

  • 1. Escolha e registro do nome de domínio;
  • 2. Escolha do lugar onde hospedar o e-commerce;
  • 3. Escolha da plataforma de e-commerce a ser utilizada;

É altamente recomendável selecionar uma plataforma que disponibilize modelos de design responsivo para que o seu e-commerce seja perfeitamente visualizado em todos os dispositivos.

Uma boa ideia é procurar por opções que ofereçam a possibilidade de adicionar funcionalidades extras por meio de plugins ou módulos. Assim, você pode aumentar as vendas online com ações comerciais e de marketing, tais como recuperar carrinhos abandonados, oferecer descontos sazonais, entre outras.

Como escolher um domínio?

Conforme mencionado, se você pretende criar um negócio online, é essencial ter em mente qual será o seu domínio, pois esse será o nome com o qual todos o conhecerão.

O que é e-commerce - Escolha do domínio

Acompanhe nossas dicas para escolher e registrar seu nome de domínio:

  • Verifique a disponibilidade — é simples, pois qualquer página que ofereça registro de domínio faz a verificação automaticamente;
  • Escolha o tipo ideal para o seu negócio — vale a pena investir um pouco mais e selecionar um tipo mais fácil de lembrar e mais profissional;
  • Fique atento à duração — geralmente, são oferecidos contratos de longo prazo que você pode encerrar a qualquer momento;
  • Considere a possibilidade de adicionar a hospedagem — muitas plataformas que oferecem a criação do domínio web disponibilizam, também, a opção de serviços de hospedagem, o que facilita a posterior criação de sua página.

Em suma, o registro de domínio é um passo muito importante. Essa será uma das suas principais vitrines e o local de referência a partir do qual você captará novos clientes. Portanto, pense bem e escolha um que reflita a identidade da sua marca.

Onde hospedar meu e-commerce?

Ao definir onde hospedar seu e-commerce é preciso levar em consideração a necessidade de obter um serviço com boa estabilidade, a fim de evitar que ele fique frequentemente fora do ar.

O que é e-commerce - Hospedagem

Para auxiliar você, listamos algumas das principais opções de hospedagem de loja virtual:

  • Hostinger — é uma das hospedagens com o melhor custo-benefício, e pode ser uma boa alternativa para empreendedores iniciantes ou que não disponham de um grande orçamento.
  • WebLink — uma das melhores opções para negócios que necessitam de muitos recursos e grande espaço de armazenamento.
  • UOL HOST — proporciona diferentes modelos e planos para a hospedagem, com boa quantidade de armazenamento, tráfego, transferência e quantidade de sites;
  • HostGator - oferece hospedagem com bom desempenho por um preço acessível e possui planos ideais para e-commerce.
  • HostMídia - disponibiliza pacotes completos de hospedagem, já com domínio e certificado SSL – coisa que todo e-commerce deve ter.

Quer mais opções? Confira a lista completa com as melhores hospedagens de sites para hospedar o seu e-commerce.

Quais as plataformas de e-commerce mais utilizadas e como escolher a melhor?

Explicamos o que é e-commerce, as vantagens e desvantagens desse modelo de negócio e muito mais. Agora, vamos cumprir o que prometemos lá no início: mostrar algumas das plataformas mais utilizadas e que oferecem soluções versáteis e flexíveis que, certamente, se ajustarão às especificidades do seu negócio.

Antes de escolher a plataforma e-commerce para seu negócio, é preciso conhecer as formas como essa solução é ofertada. Basicamente, são dois os tipos de plataformas e-commerce oferecidos:

  • Plataforma e-commerce auto-hospedada - você gerencia a hospedagem e instala o sistema de e-commerce;
  • Plataforma e-commerce hospedada - você contrata o sistema de e-commerce e gerencia somente ele.

A principal diferença entre essas opções está no controle que você tem sobre a plataforma de e-commerce. Por exemplo, em uma plataforma de e-commerce auto-hospedada, você tem o controle sobre o servidor de hospedagem. Dessa forma, você pode modificar a plataforma de e-commerce para funcionar da forma que você bem entender.

Quais as melhores plataformas e-commerce?

A melhor plataforma e-commerce vai variar a depender da complexidade e das necessidades de negócio. Porém, independente do tamanho da empresa ou do tipo produto, já existem várias opções bem consolidadas no mercado para facilitar a pesquisa pela melhor opção.

O que é e-commerce - Magento

Se você prefere um sistema que ofereça maior controle sobre seu negócio online, uma plataforma e-commerce auto-hospedada seria uma opção mais interessante. Abaixo, algumas das plataformas mais populares disponíveis atualmente:

  • Magento - uma das plataformas e-commerce mais populares, oferecida em seu próprio plano de hospedagem Magento.
  • WooCommerce (WordPress) - plugin para transformar o WordPress em uma plataforma e-commerce.
  • Prestashop - uma plataforma e-commerce leve e gratuita com diversos plugins disponíveis.
  • OpenCart - plataforma e-commerce popular que pode ser usada em hospedagem com PHP e MySQL
  • Drupal eCommerce - um plugin para transformar o sistema de gerenciamento Drupal em uma loja virtual.

Porém, se você quer colocar seu e-commerce no ar o mais rápido possível, sem ter que se preocupar com questões de hospedagem, uma plataforma e-commerce hospedada oferece uma alternativa mais prática.

  • Wix - um criador de sites fácil de usar com a funcionalidade para criação de e-commerce.
  • Weebly - sistema e-commerce integrado ao construtor de sites do Weebly
  • Loja VirtUOL - plataforma e-commerce própria da UOL HOST para criação de lojas virtuais.
  • Webnode - mais um criador de sites com sistema de e-commerce integrado
  • Shopify - plataforma dedicada para criação de lojas virtuais.

Todas essas plataformas de e-commerce são usadas por milhares de empreendedores. Algumas delas suportam e-commerce que já ganharam muito dinheiro com a venda de produtos pela internet.

Dicas para um e-commerce de sucesso

Mesmo escolhendo a melhor plataforma e-commerce, é vital desenvolver um plano estratégico de longo prazo. A partir da definição de algumas premissas elementares, você poderá considerar qual a melhor opção para o seu negócio.

E-commerce - Dicas de sucesso

Abaixo, confira algumas dicas para aumentar as chances de sucesso do seu e-commerce:

  • SEO será fundamental em sua estratégia de negócio - Nesse caso, quando se trata de otimização SEO as plataformas e-commerce auto-hospedadas são as mais indicadas. Isso porque elas permitirão que você obtenha resultados mais rápidos, graças à facilidade de uso e aprendizado.
  • Nicho específico de mercado pode determinar o sucesso - Se a sua loja online é destinada a um grupo restrito de clientes, não será necessário priorizar a otimização, mas encontrar a plataforma que disponibilize as melhores ferramentas para atingi-los. O que, de resto, dependerá das características inerentes a esse grupo em particular.
  • Tenha o objetivo de atrair um grande público - Plataformas que oferecem fácil acessibilidade e modelos prontos são as ideais para uma loja virtual com grandes ambições. Isso vale, especialmente, se você espera um elevado volume de vendas, conhece o mercado e tem boas perspectivas de crescimento a curto prazo.

Seja qual for a sua prioridade nesse momento, lembre-se de que vender é o seu maior objetivo, de modo que todas as suas decisões devem se dirigir a esse fim.

Conclusão

Pronto, agora você já sabe o que é e-commerce, quais são as melhores plataformas e os passos para dar início à sua loja virtual ou negócio online. Com as ferramentas apresentadas aqui, você poderá começar um site de vendas com facilidade, mesmo se não tiver conhecimento técnico.

Assim, esperamos que o presente artigo tenha sido útil para você compreender melhor o que é e-commerce, bem como encontrar as melhores ferramentas para desenvolver o seu negócio.

Gostou de aprender o que é e-commerce? Então, coloque em prática esse conhecimento e comece a criar um site de vendas!

Melhor Hospedagem de Sites é um projeto com o objetivo de ajudar as pessoas a encontrarem o melhor provedor de hospedagem, trazendo informação e conhecimento sobre o universo de hospedagem de sites.

Deixe um comentário

Receber novidades por email: