Servidor web: tudo o que você precisa saber

Servidor web

O servidor web desempenha um papel importante no fluxo de trabalho de criação de site e na sua execução. A maioria das grandes empresas executa seus sites em vários servidores para funções separadas, mas as pequenas organizações costumam ter apenas um servidor web.

Em essência, ele atua como intermediário para conteúdo e clientes, levando suas informações on-line e tornando-as visíveis para clientes em potencial. Infelizmente, os servidores da Web experimentam problemas com o desempenho quando o tráfego on-line é alto. Isso significa que seu conteúdo pode ser mal executado e que sua página pode não responder.

É por isso que é importante ter uma compreensão da tecnologia de servidor! Leia mais para encontrar tudo de que você precisa saber sobre essa tecnologia e para entender como você pode escolher o servidor certo!

O que é um servidor web

Quando os usuários navegam por um site, seu navegador contata o servidor da Web respectivo e solicita o conteúdo estático. O servidor, então, aceita e cumpre esse pedido. O conteúdo estático refere-se aos componentes básicos de um site, incluindo as páginas HTML, os arquivos de imagem, os arquivos de vídeo e outros tipos incluídos na página.

Basicamente, um servidor web é o software que recebe sua solicitação para acessar uma página da Internet, executando algumas verificações de segurança na sua solicitação HTTP previamente. Dependendo da página que você solicitou, pode ser gerada a demanda de execução de alguns módulos extras na geração do documento para atendê-lo. Em seguida, você recebe o que foi solicitado.

Confusamente, a maioria dos desenvolvedores usa o termo "servidor" para se referir a máquinas físicas sem uma interface GUI (ou seja, que apenas executam outros aplicativos) e programas de longa duração. No entanto, um servidor web é simplesmente um programa de longa duração responsável por responder a solicitações HTTP.

Embora os servidores da Web geralmente sejam vistos como caixas negras pelos desenvolvedores de aplicativos, eles não são mais do que programas que "escutam" solicitações HTTP e entregam as respostas necessárias.

Servidores web modernos, é claro, têm muitos outros recursos. Todos eles, de qualquer forma, melhoram aqueles principais, respondendo a solicitações HTTP. Se você já escreveu um servidor de eco, que simplesmente repica a mensagem enviada, o servidor web não é muito diferente. Simplesmente faz mais com a mensagem recebida para criar sua resposta.

Como funciona um servidor web

Todo computador conectado à Internet recebe um endereço IP que identifica esse dispositivo na rede — mesmo os computadores padrão. Um endereço IP é quase como o endereço de retorno de um pacote postal.

Quando você visita um site, uma solicitação é enviada do seu endereço IP para o endereço IP do servidor web.

O servidor da Web, então, responde, enviando dados para o endereço IP solicitante, e esse é o processo por meio do qual todos os dados são transferidos para o seu computador a partir de uma página.

Mais de 90% dos sites na Internet estão, atualmente, utilizando um servidor web alugado, que está sendo fornecido por uma empresa de hospedagem. As capacidades do servidor diferem dependendo do tipo, do tamanho e do provedor do plano de sites de hospedagem. Assim, de forma simples, o processo consiste em 4 etapas. Acompanhe!

1. Obtenção do endereço IP  e do nome do domínio

Nosso navegador web, primeiramente, obtém o endereço IP e o nome do domínio. Pode-se obter tais informações ao pesquisar no seu cache ou ao solicitar um ou mais servidores DNS (Domain Name System).

2. Solicitação da URL completa pelo navegador

Depois de conhecer o endereço IP, o navegador, agora, exige uma URL completa do servidor web.

3. Resposta do pedido pelo servidor

O servidor da Web responde ao navegador enviando as páginas desejadas e, no caso de não existirem ou de algum outro erro ocorrer, ele enviará a mensagem de erro apropriada.

Por exemplo: você pode ter visto o erro 404, ao tentar abrir uma página da Web, que é a mensagem enviada pelo servidor quando a página não existe. Outro comum é o erro 401, quando o acesso é negado devido a credenciais incorretas, como nome de usuário ou senha.

4. Exibição da página da Web pelo navegador

O navegador finalmente obtém as páginas da Web e exibe-as.

Tipos de servidor web

Existem quatro servidores web líderes — Apache, IIS, Lighttpd e Jigsaw. Além desses servidores da Web, existem outros também disponíveis no mercado, mas são muito caros. Os principais são o iPlanet da Netscape, a Web Logic da Bea e o WebSphere da IBM.

Apache

Esse é o servidor web mais popular do mundo. O servidor Apache é um software de código aberto e pode ser instalado em quase todos os sistemas operacionais, incluindo Linux, Unix, Windows, FreeBSD, Mac OS X e muito mais.

A personalização do servidor web Apache é fácil, pois ele contém uma estrutura modular. Também é uma fonte aberta, o que significa que você pode adicionar seus próprios módulos ao servidor e fazer modificações adequadas aos seus requisitos.

Ele é mais estável do que qualquer outro servidor web e é mais fácil resolver problemas administrativos. Além disso, pode ser instalado em múltiplas plataformas com sucesso. Os recentes lançamentos de Apaches fornecem a viabilidade de lidar com mais pedidos quando você os compara com suas versões anteriores.

IIS

O Internet Information Server (IIS) é um servidor de alto desempenho da Microsoft. Esse servidor web é executado em plataformas Windows. Como o IIS está bem integrado com o sistema operacional, é relativamente fácil administrá-lo.

O servidor dispõe de todos os recursos como o Apache, mas não é uma fonte aberta, porém, a adição de módulos pessoais não é fácil e a modificação se torna um trabalho difícil.

Como é um servidor desenvolvido pela Microsoft, ele funciona com todas as plataformas do seu sistema operacional. Além disso, fornece um bom atendimento ao cliente se houver algum problema.

nginx

O nginx é um servidor web gratuito e open source que também pode user utilizado como uma proxy reversa, load balancer, e cache HTTP. O software foi escrito originalmente por Igor Sysoev e vem sendo utilizado em diversos sites russos há muito tempo. Hoje, o nginx conta com dezenas de contribuidores, e é um dos principais servidores web/proxy utilizados no mercado, compondo quase 26% dos sites na Internet.

Em hospedagem de sites, o nginx é bastante utilizado na infraestrutura dos provedores e também oferecido nos serviços disponibilizados para os clientes. Dropbox, Netflix, WordPress.com e Fastmail estão entre as empresas que tiveram histórias de sucesso com o nginx.

Embora seja oferecido gratuitamente com o suporte da comunidade, o nginx possui suporte comercial e soluções empresariais por meio da empresa Nginx, Inc.

Lighttpd

O Lighttpd é um servidor web gratuito e distribuído com o sistema operacional FreeBSD. Esse servidor web de código aberto é rápido, seguro e consome muito menos energia da CPU. O Lighttpd também pode ser executado nos sistemas operacionais Windows, Mac OS X, Linux e Solaris.

Jigsaw

O Jigsaw é uma plataforma de servidor web de código aberto que fornece a implementação HTTP, a arquitetura Java avançada e outros recursos. É considerado, inclusive, uma primeira plataforma experimental para WC3 e para a comunidade da Internet como um todo.

O Jigsaw é projetado para fins de demonstração de tecnologia — não é um servidor web completo e pronto para usar. Ele atua como um projeto para retratar avanços de novas tecnologias para futuros servidores web HTTP e orientados a objetos.

Além disso, está escrito em linguagem de programação Java, que é projetada para funcionar em uma estrutura também orientada a objetos. A linguagem de programação Java é usada em quase todos os servidores web de nova geração.

Como tal, ele funciona com todos os sistemas operacionais que suportam o kit de desenvolvimento Java. O uso dessa linguagem de programação para desenvolver o Jigsaw permite que ele seja empregado em plataformas de servidor.

Embora o Jigsaw seja destinado à demonstração de novas tecnologias, o W3C informa que funciona bem como um servidor CERN e também dispõe de recursos, como servidor proxy, hospedagem virtual e interface de gateway comum. O Jigsaw também pode ser usado para projetar páginas criadas em scripts PHP e JSP.

Para que serve um servidor web

Os servidores da Web são parte integrante do funcionamento da Internet. A indústria de hospedagem na Web é simplesmente usada para alugar servidores, fornecendo a proprietários de negócios e indivíduos a oportunidade de usar servidores de alta tecnologia que possibilitem expandir seu alcance para o mundo inteiro.

Sem servidores web de aluguel, a Internet teria uma fração do tamanho que tem hoje, já que a maioria dos proprietários do site não pode se dar ao luxo de comprar seu próprio servidor.

Os servidores podem, às vezes, tornar-se lentos por recursos inadequados presentes na máquina em que são executados, ou por um número grande de pedidos recebidos em um tempo muito curto, mas, geralmente, todo o processo acontece tão rapidamente, que, dificilmente, é perceptível à medida que os usuários navegam.

Os dados que estão sendo transferidos de um lado para o outro durante essas trocas devem estar em conformidade com um protocolo específico, chamado Protocolo de Transferência de Hipertexto (HTTP), para garantir que todas as páginas e servidores se comuniquem de forma eficiente e sem erros.

Sistemas operacionais de um servidor web

Windows

O Windows Small Business Server da Microsoft é um conjunto de servidores integrados que administra a infraestrutura de rede de empresas com menos de 75 estações de trabalho ou usuários.

As tecnologias do servidor de aplicativos são bem integradas para permitir que as pequenas organizações tenham soluções específicas e ofereçam benefícios de gerenciamento, como e-mail, conectividade com a Internet, sites internos, acesso remoto, suporte para dispositivos móveis, compartilhamento de arquivos e impressoras, backup e restauração.

No entanto, para empresas de médio porte com necessidades de TI mais sofisticadas, o Windows Essential Business Server oferece uma variedade de ferramentas adicionais de mensagens, gerenciamento e segurança.

Linux

Não há um sistema operacional Linux — em vez disso, você pode comprar uma versão sua ou baixá-la de uma empresa ou de um indivíduo. A maioria das distros dos servidores Linux executa o mesmo kernel do sistema, mas difere consideravelmente em termos de pacotes de software e modelos de licença e suporte.

Os preços variam consideravelmente também. A edição do servidor do Ubuntu é gratuita. O Ubuntu trabalhou arduamente para se posicionar como uma boa opção para pequenas empresas que desejam minimizar seus custos iniciais, sem sacrificar a capacidade de obter serviços profissionais e suporte quando precisam, especialmente com o cPanel.

As distribuições baseadas em assinatura são uma opção para as empresas que provavelmente dependerão fortemente do serviço de suporte de um fornecedor.

FreeBSD

O FreeBSD é gratuito, desenvolvido e mantido por uma equipe de pessoas. É derivado do BSD, uma versão do Unix. A fonte aberta FreeBSD foi considerada como ideal para aplicações de rede de alto desempenho, além de ser fácil de usar.

É o sistema operacional gratuito incluído com maior frequência na lista de 50 servidores da Web da Netcraft com o tempo de atividade mais longo.

Solaris

A Sun começou a negociar agressivamente no mercado de pequenas e médias empresas, disponibilizando um portfólio de seus produtos de servidor, armazenamento e software, que inclui seus servidores baseados no processador Sparc de nível de entrada e matrizes StorageTek, além de sistemas operacionais, incluindo Solaris 10, Windows e Linux, e seu banco de dados de código aberto MySQL.

Mac OS X

O Mac OS X é o sistema operacional do servidor da Unix. Ele é comumente encontrado em pequenas empresas, na educação e em grandes organizações.

O Mac OS X inclui os serviços e os aplicativos para o compartilhamento de arquivos em multiplataforma, os diretórios baseados em padrões de autenticação, os serviços de rede e segurança, o calendário e o agendamento, a hospedagem na Web, os serviços de e-mail, as mensagens instantâneas seguras, a colaboração baseada em Web, o sistema de imagens, a transmissão de vídeo ao vivo e sob demanda, o gerenciamento de clientes e a computação distribuída.

Como são comercializados os servidores web

Hospedagem compartilhada

A hospedagem compartilhada na Web é um dos tipos mais populares de serviços. Muitas vezes, é usada com algumas das plataformas mais acessíveis e universais do mundo, como o Drupal e o WordPress. Embora o compartilhamento de hospedagem na Web seja frequentemente comercializado como uma solução econômica com serviços ilimitados, há vantagens e desvantagens específicas para esse tipo de serviço.

O compartilhamento de hospedagem na Web ocorre quando vários sites compartilham um único servidor grande. As empresas do ramo podem fornecer seu serviço a taxas mais baratas porque estão agrupando vários sites juntos no mesmo servidor. A hospedagem compartilhada é, então, definitivamente, a opção mais econômica quando se trata de serviços comerciais desse segmento.

As baixas taxas de contrato são possíveis porque milhares de sites contribuem coletivamente com taxas de manutenção unificadas. Uma única empresa de site de hospedagem na Web pode empregar economicamente alguns profissionais altamente qualificados para cuidar de problemas e atualizações para centenas de clientes.

Essas mesmas companhias provavelmente oferecerão soluções escaláveis, para que os clientes possam atualizar seus contratos de serviços para atender às suas necessidades de hospedagem.

Hospedagem VPS

A hospedagem Virtual Private Server (VPS) complementa o crescimento do seu site de comércio eletrônico e é uma boa opção para os proprietários de empresas. Embora primeiro seja comercializada como um estado de transição entre hospedagem compartilhada e hospedagem dedicada de servidor, a hospedagem VPS tornou-se a escolha da maioria dos negócios de comércio eletrônico, especialmente de startups.

De longe, a maior razão pela qual os proprietários de empresas preferem a hospedagem VPS em relação à hospedagem compartilhada é porque ela não apresenta limitações em seu crescimento. À medida que uma empresa amadurece, atrai mais clientes e a clientela aumenta, seu serviço de hospedagem deve expandir-se para acomodar seus novos consumidores.

Infelizmente, a hospedagem compartilhada é muito limitada em sua expansão. Se você executar vários scripts para tornar as coisas mais fáceis para seus clientes, há uma grande chance de exceder as limitações do serviço e falhar. Alguns provedores oferecem VPS grátis para teste, assim é possível conhecer melhor como funciona esse serviço.

Isso resulta em tempo de inatividade e pode ser mortal para qualquer empresa — e mais ainda para uma startup! É por isso que a maioria das plataformas de comércio eletrônico escolhe a hospedagem do VPS.

Hospedagem dedicada

A hospedagem dedicada é um termo usado para descrever pacotes que possibilitam um upgrade na hospedagem na Web e fornecem um servidor com recursos dedicados a um único cliente.

Os planos de hospedagem dedicados são ideais para sites no WordPress com grande número de visitantes. Muitos provedores de serviços de hospedagem WordPress oferecem planos de hospedagem dedicada juntamente a planos de hospedagem compartilhada e VPS.

Por exemplo, em um plano de hospedagem compartilhada, um cliente compartilha um computador com muitos outros clientes. No caso de um plano VPS, os clientes estão compartilhando uma máquina, mas não os recursos com outros no mesmo computador. No entanto, em planos de hospedagem dedicados, um cliente dispõe de um servidor inteiro com todos os seus recursos.

Os planos de hospedagem dedicados são ideais para grandes organizações ou sites com tráfego muito maior. Os clientes recebem o controle total do servidor e isso lhes permite configurá-lo para atender às suas próprias necessidades. Os planos dedicados também vêm em formas gerenciadas e não gerenciadas, de modo que o centro de hospedagem pode gerenciar o servidor para o cliente em caso de problemas.

Os servidores gerenciados dedicados geralmente são mais caros. O preço também é influenciado pela quantidade de recursos necessários, como largura de banda, espaço de armazenamento e quantidade de RAM, entre outras coisas.

Revenda de hospedagem

As empresas de hospedagem na Web ganham dinheiro vendendo espaço de servidor para indivíduos e empresas. Enquanto algumas companhias de hospedagem possuem seus próprios servidores, muitos novos empreendimentos começam por alugar o espaço do servidor de outro provedor. Isso é conhecido como revenda de hospedagem.

A revenda de hospedagem envolve terceiros. Se você é o revendedor, terá uma conta e poderá utilizar a largura de banda e o espaço do disco rígido alocados para hospedar um site. O sistema começa quando o revendedor compra os serviços de hospedagem por atacado e depois o vende para clientes com lucro.

Hospedagem Cloud

A hospedagem cloud é preferida por todos os gigantes corporativos. Os provedores de nuvem pública, como o Google, o AWS, o Microsoft Azure, o IBM BlueMix ou o Oracle, já operam algumas das maiores atividades de data center do mundo para suas próprias necessidades internas de negócios e requisitos do cliente.

A sua capacidade de escala, bem como a sua experiência em gerenciamento de data centers e desenvolvimento de tecnologia web, permite que essas empresas ofereçam serviços a organizações muito além da capacidade média de gerenciamento técnico.

As empresas de terceirização ou contratação podem fornecer serviços de terceiros para organizações, desenvolvendo soluções de data centers com base no modelo de nuvem público ou privado, dependendo dos requisitos específicos do cliente. Uma nuvem híbrida geralmente envolve uma combinação de ambas as abordagens.

Nesse modelo de hospedagem, você paga pelo que usa à medida que as suas necessidades de negócios flutuam.

Como escolher o melhor servidor web para o seu site

Selecionar o servidor web certo é um grande negócio. Se você quer saber como criar um site para sua pequena empresa, um primeiro passo importante é decidir qual serviço de hospedagem web funciona para você.

Um bom plano de hospedagem para pequenas empresas atinge o ponto ideal de equilíbrio com a acessibilidade a uma ampla gama de serviços de alta qualidade. Passe algum tempo imaginando o que você deseja construir on-line, juntamente às ferramentas de que você precisa para ter sucesso.

A maioria das hospedagens inclui uma instalação fácil do sistema de gerenciamento de conteúdo do WordPress, mas pessoas menos experientes em tecnologia podem precisar usar um desenvolvedor de sites.

Depois de determinar os recursos necessários e as expectativas de tráfego, compare os atributos para sua hospedagem a longo prazo. Garantias de tempo de atividade superiores significam que mais pessoas poderão acessar seu site, enquanto as equipes de suporte técnico amigáveis podem permitir que você se concentre em ajudar seu negócio on-line a crescer.

Uma conta de hospedagem web precisa ser revisada com base em alguns componentes críticos. Todo servidor de hospedagem se comporta de forma diferente de outros com base em como esses componentes estão configurados no servidor. Os seguintes pontos o ajudarão a decidir o tipo de servidor de hospedagem necessário. Veja!

Tecnologia

Certifique-se de que há suporte no servidor de hospedagem para a tecnologia que o projeto usa. Verifique sempre com sua equipe de desenvolvimento para garantir que as versões de tecnologia sejam correspondentes. Peça-lhes que o notifiquem quando planejarem atualizar a tecnologia do site.

Tráfego do site

Obtenha uma estimativa sobre o número de usuários que acessam o site nos próximos 3 a 6 meses. Se você tiver uma ideia sobre o número de visitantes no site, os recursos da página podem ser gerenciados de acordo.

Para sites de tráfego pesado, certifique-se de que a empresa de hospedagem suporta opções de escalabilidade e balanceador de carga. Ter esses serviços no lugar ajudará a aumentar a velocidade do site quando houver o alto tráfego.

Localizações do servidor

A localização do servidor pode diminuir a latência se estiver mais próxima dos seus usuários. Um site será carregado mais rápido se estiver localizado na mesma região em que os usuários estão.

Tempo de atividade do servidor

Nada é mais importante do que ter uma hospedagem disponível 24 horas por dia, 365 dias por ano. Sua hospedagem deve operar em servidores poderosos que tenham boa conectividade de rede. Acompanhe-a com as ferramentas do monitoramento do servidor. O tempo de atividade do servidor é um componente crucial para determinar sua melhor opção de hospedagem.

Os serviços de monitoramento do servidor verificam se há problemas causados por servidores sobrecarregados ou bloqueados, conexões de rede e outros dispositivos. Eles protegem a segurança do seu ambiente de TI, permitindo que seu software e seu hardware operem com um risco reduzido de problemas.

O que achou do conteúdo? Quer conhecer os provedores de hospedagem e seus servidores web? Veja o nosso ranking de hospedagem!

Melhor Hospedagem de Sites é um projeto com o objetivo de ajudar as pessoas na busca pelo lugar ideal para hospedar seus sites, trazendo informação e conhecimento sobre o universo de hospedagem de sites.
Receber novidades por email: