Domínio internacional ou nacional: qual o melhor para seu site?

Domínio internacional ou nacional

Escolher um domínio internacional ou nacional? Essa é uma das muitas dúvidas que surge quando você precisa registar um. Saber o que significa um domínio, qual a diferença para um subdomínio, entender como funciona a privacidade desses endereços, dentre outras dúvidas, permeiam essa tarefa.

Vamos nos concentrar hoje em entender para que servem os domínios internacionais e nacionais, conhecer suas diferenças, vantagens e desvantagens. Se você se interessou por esse assunto, continue a leitura e confira as nossas dicas! Elas com certeza vão ajudar muito a escolher o melhor para o seu site.

O que é um domínio?

O domínio é o endereço de um site, sendo formado pelas seguintes partes: subdomínio (www) + domínio (meusite) + TLD (exemplo: www.meusite.com). O TLD, em inglês, significa top level domain e são as terminações: .com, .net, com.br, dentre outras. Assim como cada endereço de uma casa é único, o domínio também é.

Depois de comprar um, você se torna proprietário dele por um ano ou mais tempo, podendo renovar essa licença. Mas fique ligado, o ideal é comprar vários domínios básicos com o nome do seu site para evitar que alguém utilize o mesmo nome que você, apenas com uma extensão diferente.

Isso pode ser mais dispendioso à princípio, mas no longo prazo essa medida evita a fuga de clientes para a concorrência. Uma das primeiras definições na hora de registrar um domínio refere-se a decidir se ele vai ser nacional ou internacional. Como escolher? Primeiro vamos entender a diferença entre ambos.

Domínios nacionais

Os domínios nacionais são aqueles cujas terminações fazem referência direta a um país, como o Brasil (.br) a Colômbia (.co) e a Espanha (.es). Essa identificação facilita as buscas nacionais, dado que os internautas são acostumados a buscar as informações que necessitam com os endereços referentes a seus países. No Brasil os domínios são registrados pelo Registro.br.

Domínios internacionais

O domínio internacional é aquele que que não possui referência à países em suas terminações, como .com, .net, .org, .info, dentre outros. Eles podem ser cadastrados em vários sites. Um dos maiores é o GoDaddy, que possui uma boa variedade de TLDs e promete novas terminações em breve.

Mas existem outras vendedoras de endereços digitais. As melhores empresas para fazer o registro do seu domínio em 2017 foram: WebLink, GoDaddy, Hostinger, UOL Host e HostGator. No site de cada uma delas você encontra as terminações que elas podem gerenciar.

Nacionais ou Internacionais?

Então, qual a melhor opção? Registar o site em um domínio nacional ou internacional? Depende dos seus objetivos. Como o domínio é a referência pela qual as pessoas chegam até você, ele faz parte da identidade da sua marca. Abaixo selecionamos alguns critérios para te ajudar a definir entre ambas as opções.

Marketing

Se sua empresa pretende cobrir o mercado nacional brasileiro, um domínio nacional, com a extensão .com.br, pode ajudar o usuário a fazer a ligação entre seu produto e o mercado internacional. Mas o mesmo endereço não seria tão interessante se seu objetivo fosse explorar o mercado colombiano.

Burocracia e preços

Ambos os registros exigem um procedimento e, portanto, um pouco de burocracia. Mas o registro internacional é mais prático e imediato. Já o domínio brasileiro vai custar um pouco mais de tempo, mas esse não deve ser seu único ponto de avaliação.

Os preços quase não variam entre os domínios nacionais e internacionais. O valor de um, em geral, está na casa dos R$ 40,00, mas há domínios mais caros, que custam R$ 110,00, por exemplo. Depende da especificidade da extensão que você está procurando. Vejamos agora como essas terminações podem identificar o seu site e a sua marca.

Embora o registro de domínio seja um serviço pago, alguns provedores de hospedagem oferecem um ano de domínio grátis na contratação de um plano de hospedagem. Então se você não tem uma hospedagem, pode ser uma boa oportunidade de obter também um domínio.

Tipos de extensões

Para além da identificação da nacionalidade, as terminações possuem outras funções. As extensões podem ser utilizadas de forma genérica (.com), mas algumas delas são exclusivas para tipos de perfis virtuais. Por exemplo, .biz, refere-se a business ou negócios e é voltada para websites de empresas, comércios e negócios.

O .info refere-se à informação e é, geralmente, utilizado em sites que pretendem fornecer explicações sobre a própria marca e os produtos. A extensão .org é utilizada para organizações não governamentais e projetos dessa natureza, não se limitando a nenhum território.

O .net faz alusão a atividades de comunicação e tecnologia. Já o .me é destinado a pessoas físicas, microempresas e profissionais liberais. E assim por diante.

Como registrar um domínio?

A primeira coisa a fazer é decidir onde registrar o seu domínio. Caso você decida por um domínio nacional, precisará recorrer ao site do Registro.br. Mas se a opção é um domínio internacional, é importante confiar na empresa que está te vendendo o endereço, pois golpes existem aos montes.

Algumas empresas trabalham com leilões de endereços e, caso você se esqueça de renovar sua licença, ela pode facilmente vendê-lo por um preço mais caro do que você comprou. Outras empresas te ajudam a organizar os vários domínios que você possui. A GoDaddy tem sido citada como uma ótima opção, pois é simples e possui muitas terminações, com projeção de aumentá-las ainda mais.

Você precisa também saber se o nome que quer registrar ainda não foi comprado por ninguém. Nos próprios sites das empresas vendedoras é possível fazer essa consulta. Se o nome está disponível, é só seguir as instruções do site escolhido, pagar o boleto e pronto, você já tem o seu domínio.

Lembre-se sempre de registrar o domínio no nome do proprietário, pois ele ficará vinculado ao CPF ou CNPJ do dono e evitará problemas futuros. Depois de registrado, é hora de hospedá-lo. Mas esse é assunto para outro texto.

Registrar um domínio internacional ou nacional pode parecer difícil, mas entendendo os detalhes é bastante simples. O importante é escolher bem um nome que represente sua empresa, que seja um cartão de visitas instigante e torcer para que ele já não tenha sido encontrado pelos seus concorrentes.

Se você gostou dessas dicas e quer saber mais sobre domínios e outros temas relacionados ao desenvolvimento de web, assine nossa newsletter. Assim, você recebe todas as nossas novidades diretamente em seu e-mail!

Melhor Hospedagem de Sites é um projeto com o objetivo de ajudar as pessoas na busca pelo lugar ideal para hospedar seus sites, trazendo informação e conhecimento sobre o universo de hospedagem de sites.
Deixe um comentário

  1. Fátima Tê Tá ares imagem Fátima Tê Tá ares
    9 de maio de 2019
    Responder

    Estou montando uma web rádio e fiquei em dúvida se .com.br ou .com, mas essa explicação me ajudou bastante. Obrigada muito bom.

  2. Disguele imagem Disguele
    28 de abril de 2019
    Responder

    a duvida é .com ou .com.br
    objetivo venda e aluguel de imoveis de todos os gêneros

    1. Redação imagem Redação
      3 de maio de 2019
      Responder

      Olá, tudo bem?

      Nesse caso fica por uma escolha preferencial sua, tanto o domínio .com quanto .com.br são boas escolhas. Para facilitar para os seus usuários, você pode registrar as duas extensões, como muitas empresas fazem.

      Qualquer dúvida, estamos à disposição.

Receba os artigos do blog por e-mail: